Tramandaí: rotina e desafios de cidade grande na Capital das Praias

Prefeitura ressalta importância da construção de uma nova ponte sobre o Rio Tramandaí

População permanente de 50 mil pessoas passa dos 100 mil na alta temporada (Foto: Maxwell Bernardes/Divulgação/Prefeitura Municipal de Tramandaí)

Na baixa temporada, 50 mil pessoas; nos finais de semana, entre 60 e 65 mil; 100 mil de média no verão e números ainda maiores nos feriados de Ano Novo e Carnaval. Esses são os dados que dão a Tramandaí o título de Capital das Praias. Junto do prestígio, existem os desafios de se administrar uma cidade tão grande. Um dos principais, é a questão da mobilidade. A ponte Giuseppe Garibaldi, que une o município com Imbé, é um gargalo do trânsito local. Em feriados, o ponto registra congestionamentos.

Em entrevista ao Direto ao Ponto desta quarta-feira (09), o prefeito Luiz Carlos Gauto falou das expectativas para a construção de uma nova travessia. A comunidade obteve R$ 2,7 milhões para financiar o projeto da obra. A previsão total de gastos fica em torno de R$ 20 milhões, afirma Gauto. “Os recursos, nós temos que buscar junto ao Governo Federal, principalmente, porque é [um valor] bastante alto”, explica. Por fazer parte do trajeto da ERS-786, os trabalhos de manutenção são de responsabilidade do Governo do Estado, através do Daer.

O município depende do movimento sazonal e das receitas do IPTU para garantir a prestação se serviços. A administração pública aumentou o número de parcelas para o cidadão quitar o imposto. Agora os contribuintes terão 10 meses para pagar as taxas, antes eram 6. Além disso, os inadimplentes podem aderir a um programa de refinanciamento de dívidas para regularizar a situação dos imóveis até o final de fevereiro.

Como melhorias na cidade, o prefeito Luiz Carlos Gauto ressalta a revitalização da Avenida Beira Mar. “Nós estamos em obra neste ano, no calçadão, com pedra portuguesa. Já iniciaram [as obras] da ciclofaixa, quadras poliesportivas, pergolados, bancos, rampas de acesso, academia ao ar livre, pista de skate e patinação”, elenca. A prefeitura ainda planeja a instalação de um letreiro com a inscrição “Eu Amo Tramandaí”, nas medidas de 21 por 2,5 metros.

A construção civil é um dos motores da economia de Tramandaí. O prefeito ressalta que muitos aposentados procuram imóveis na cidade em busca de qualidade de vida. Atrações não faltam na praia. Luiz Carlos Gauto destaca que, além do centro, as praias de Oásis e Nova Tramandaí recebem eventos. Parcerias com o Grupo Record e o Sesc agitam a beira-mar, além das festas fixas de Iemanjá e Navegantes e o Carnaval.

Na área da saúde, o município reconhece que muitos pacientes precisam buscar por especialistas em Porto Alegre. Com um hospital 100% SUS e uma unidade básica de saúde, a prefeitura espera inaugurar três novos postos neste ano. “Já estou adquirindo ambulância, veículos para a área da saúde e três gabinetes odontológicos”, promete Luiz Carlos Gauto. A coleta de lixo e os buracos nas ruas também preocupam os moradores. O prefeito assume as dificuldades e fala em investimentos no recapeamento de vias. No Natal e no Ano Novo, o excesso de lixo fez com que a cidade aumentasse de 6 para 11 o número de caminhões de coleta.

Série de entrevistas no Direto ao Ponto
Além de Tramandaí, Xangri-Lá foi tema da série de entrevistas, no programa Direto ao Ponto (de segunda a sexta, entre 9h e 11h), com os representantes das cidades do Litoral Norte nesta quarta-feira. Quintão, Balneário Pinhal, Cidreira e Imbé já foram pauta do programa. Nos próximos dias, Nando Gross e Ananda Müller vão conferir a situação dos municípios de Arroio do Sal, Capão da Canoa e Torres. O ouvinte pode participar enviando mensagem de WhatsApp via (51) 99388-7532 ou no Facebook da Guaíba.