Imbé: com caixa em dia, prefeitura projeta investimentos

Administração municipal garantiu a prestação de serviços básicos no verão

Vizinha de Tramandaí, Imbé recebe mais de 200 mil pessoas nos feriados (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Imbé)

Comemorando a situação econômica do município, a Prefeitura de Imbé diz estar preparada para receber os veranistas na temporada de 2019. Um estudo da Fundação de Economia e Estatística divulgado há pouco mais de um ano, com base na análise de variáveis como consumo de energia elétrica e de água, dados fiscais e indicadores de segurança, a cidade tem uma população permanente de 22 mil pessoas. No verão, o número chega a 64 mil pessoas. No entanto, a administração local acredita que recebe mais veranistas. De acordo com o vice-prefeito, Luis Henrique Vedovato, o pico populacional chega a 220 mil habitantes em feriados como Ano Novo e Carnaval. Na virada do ano, chegou a faltar vagas em hotéis e campings, provocando o assentamento de acampamentos em áreas públicas.

Mesmo com tanta gente, Vedovato afirma que a população não sentiu falta de nenhum serviço público essencial. Durante todo o ano, a cidade intensificou os trabalhos de capina e coleta de lixo, além de garantir iluminação pública e sinalização de vias. Em entrevista ao Direto ao Ponto desta terça-feira (08), o vice-prefeito apontou que a limpeza da beira-mar iniciou nas vésperas de Natal. Uma equipe permanente recolhe os dejetos da praia diariamente no turno da madrugada.

Essa situação, de acordo com o vice-prefeito, é fruto de um trabalho iniciado pela administração municipal em 2013. O pagamento de tributos, como o IPTU e o alvará de localização, e a transferências de taxas estaduais e federais são as bases dos cofres da prefeitura. Com superavit orçamentário, a cidade busca incrementar a receita. Ao contrário de outras praias, como Quintão, o fluxo de receitas é constante durante o ano. A partir de então, Imbé planeja investir na manutenção de vias, estruturar a saúde e a educação pública. “A gente vem com o pagamento dos funcionários em dia”, explica Vedovato.

Emancipada de Tramandaí em 1988, Imbé ressalta a boa relação com a praia vizinha e a vida em comum dos habitantes dos dois municípios. “Na verdade, a ponte não nos separa, ela nos une”, brinca o vice-prefeito. Para Vedovato, as duas cidades têm consciência das necessidades que compartilham entre si. “No passado, nós tínhamos um pouco de inveja, porque a gente olhava pra Tramandaí, que se desenvolvia com recursos financeiros e tudo mais ou recebendo royalties do petróleo”, lembra o chefe interino do executivo. Hoje Imbé afirma conseguir produzir da mesma forma que o município-mãe.

Série de entrevistas no Direto ao Ponto
A conversa com o vice-prefeito de Imbé foi a quarta da série de entrevistas, no programa Direto ao Ponto (de segunda a sexta, entre 9h e 11h), com os representantes das cidades do Litoral Norte. Quintão, Balneário Pinhal e Cidreira já foram pauta do programa. Nos próximos dias, Nando Gross e Ananda Müller vão conferir a situação dos municípios de Tramandaí, Xangri-Lá, Arroio do Sal, Capão da Canoa e Torres. O ouvinte pode participar enviando mensagem de WhatsApp via (51) 99388-7532 ou no Facebook da Guaíba.