Após disputas internas, Nereu Crispim é o novo presidente do PSL-RS

Deputado federal foi escolhido pela executiva nacional para comandar a sigla no Estado

Presidente Jair Bolsonaro e deputado federal Nereu Crispim. Foto: Divulgação Redes Sociais

A Executiva Nacional do PSL definiu, nesta quarta-feira, o novo presidente da sigla no Rio Grande do Sul. O escolhido é o deputado federal Nereu Crispim. Nas redes sociais, o parlamentar disse que vai conduzir o partido de acordo com os ideais do presidente Jair Bolsonaro.

“Queremos contar com a união de todos os que estão verdadeiramente alinhados aos ideais do Presidente Jair Messias Bolsonaro e de acordo com a voz dos brasileiros que foram às urnas e manifestaram o desejo de real renovação da política”, postou o novo presidente do PSL-RS.

🇧🇷✌️ COMUNICADO – PSL DO RIO GRANDE DO SULA partir desta data recebo a missão de presidir o Partido Social Liberal no…

Posted by Deputado Federal Nereu Crispim on Wednesday, May 8, 2019

Deputado Federal em primeiro mandato, Crispim foi eleito em outubro do ano passado com 32,2 mil votos. Na postagem publicada no Facebook, o parlamentar disse que fará um trabalho baseado “na verdade, na transparência e na produtividade”.

Desde que assumiu o cargo em Brasília, Crispim acumula polêmicas. No final de abril, uma reportagem do Portal R7 mostrou que o deputado pediu ressarcimento de um jantar em uma churrascaria de Canoas durante o feriadão de Carnaval. Ele também responde a uma ação no TRE-RS que investiga suposto Caixa 2 na campanha eleitoral de 2018.

Disputas internas

O PSL gaúcho vive momentos de disputas internas desde o fim do período eleitoral no ano passado. Na última terça-feira (7), o deputado estadual Tenente-Coronel Zucco decidiu deixar o comando do partido no Rio Grande do Sul. O parlamentar saiu da Executiva estadual após o vazamento de um áudio em que o deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) chama Zucco e o também federal Ubiratan Sanderson de “palhaços” e garante que vai assumir o partido no Rio Grande do Sul, em “dois meses”.

“Oi Caireli. O Zucco tá fora, não é mais o presidente, tá fora! Ele, o Sanderson, todos, tão fora, foram expulsos, não estão mais na executiva, tá. E eu vou tomar conta. Mas espera dois meses que eu vou tomar conta, vou botar o Nereu (Crispim) e depois eu vou ajeitar tudo. Esse palhaço do Zucco, aí, quem ele tá pensando que é? Tá na rua, o Zucco tá na rua. Sanderson também. Tão tudo fora, tá? Deixa que nós vamos ajeitar tudo isso aí, fica tranquilo. Te falei. Esses palhaços aí se deram mal, tão fora, desmoralizados agora, tá bom? Abraço”, disse Bibo Nunes. O receptor da mensagem (Caireli), enviada via WhatsApp, é, por enquanto, desconhecido.

Pior do que muitos partidos”, desabafou Carmen Flores ao deixar o PSL

Em um dos episódios de turbulência interna, a ex-presidente estadual do partido no Rio Grande do Sul, Carmen Flores, desfiliou-se da legenda ao alegar incompatibilidade com deputados eleitos pela agremiação. “Pior que muitos partidos”, desabafou, à época. Em dezembro, a empresária lamentou que gaúchos eleitos pelo PSL “puxaram o tapete” dela no partido.