Prazo para que empresas adotem áreas verdes na orla do Guaíba termina na quinta-feira

Secretaria do Meio Ambiente reformulou o edital de chamamento público para tornar a concorrência mais atrativa

Porto Alegre, RS - 14/05/2018 Imagens aéreas da nova iluminação da orla do Guaíba Foto: Luis Adriano Madruga / Divulgação PMPA

O prazo para que empresas interessadas entreguem as propostas de adoção de áreas verdes do Parque Urbano da Orla do Guaíba termina às 10h de quinta-feira. A Secretaria do Meio Ambiente reformulou o edital de chamamento público para tornar a concorrência mais atrativa.

O novo orçamento é dividido em três partes: serviços obrigatórios, complementares e suplementares, o que gerou uma redução na previsão dos custos obrigatórios em R$ 100 mil ao ano. As propostas de cada empresa recebem uma pontuação, que cresce se forem incluídos serviços de médio e longo prazo. A manutenção obrigatória mínima abrange o paisagismo e a zeladoria da área adotada.

Além das do Trecho 1 da orla, que vai da Usina do Gasômetro à Rótula das Cuias, incluindo a Praça Júlio Mesquita, outras áreas no entorno do Parque Urbano da Orla do Guaíba podem ser adotadas, como os canteiros centrais da avenida Edvaldo Pereira Paiva, rótulas de trânsito e parte do parque ainda não revitalizado, entre o primeiro trecho e o Anfiteatro Pôr do Sol.

O adotante pode instalar um conjunto de placas de sinalização visual, de natureza institucional, sem exploração comercial, respeitando a legislação e mediante análise da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smams). O prazo previsto para a adoção é de 12 meses, que pode ser prorrogado pelo mesmo período. Os resultados saem em 30 dias.