Prefeitura de Muliterno decreta luto de três dias após assassinato de pai e filho

A operação é coordenada pela Delegacia de Repressão ao Crime de Lavagem de dinheiro, do Departamento Estadual de Investigação do Narcotráfico

O assassinato de pai e filho fez com que a prefeitura de Muliterno, no Norte gaúcho, decretasse luto oficial de três dias. O fato aconteceu na manhã de domingo. Na ocasião, Luiz Brollo Sobrinho, de 71 anos, e Fábio Júnior Brollo, 44 anos, foram mortos a tiros dentro do mercado da família.

“Perdemos o senhor Luiz Brollo Sobrinho, dedicado e estimado ex-secretário de obras do município, e seu filho, o empreendedor Fábio Junior Brollo. Luiz Brollo Sobrinho foi um profissional dedicado e comprometido, cuja contribuição para o desenvolvimento de Muliterno foi inestimável.”

“Da mesma forma, Fábio Junior Brollo deixa sua marca como um empresário visionário e inspirador, cujo empreendimento não apenas gerou empregos, mas também impulsionou o crescimento econômico de nossa cidade”, diz o comunicado.

O crime ocorreu próximo às 8h30min e foi registrado por câmeras de segurança. Nas imagens, dois criminosos rendem os donos do estabelecimento enquanto outro, assalta clientes.

As gravações mostram também que assaltantes e vítimas se desentendem, momento em que os disparos são efetuados.

Os três criminosos fugiram do local em um veículo, que foi abandonado na BR 285. A Polícia Civil investiga o caso como latrocínio. Até o momento, ninguém foi preso.