General de Exército, Fernando Azevedo e Silva será ministro da Defesa

Militar é assessor do presidente do STF, Dias Toffoli

General Fernando Azevedo e Silva. Foto: José Cruz/Arquivo Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou nesta terça-feira, por meio das redes sociais, o nome do general de Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de ministro da Defesa. O militar é assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno. Há uma semana, no entanto, Bolsonaro confirmou o nome de Augusto Heleno para o Gabinete de Segurança Institucional. Azevedo e Silva foi chefe do Estado Maior do Exército e comandante da Brigada Paraquedista antes de ir para a reserva.