Prazo de alvarás impede prorrogação oficial do Acampamento Farroupilha até domingo

Programação se encerra na noite desta quinta-feira

Arquivo. Foto: Luciano Lanes / PMPA

Diferente do que havia sido anunciado a Prefeitura Municipal, em nota, durante a tarde, o Acampamento Farroupilha não vai poder ser prorrogado até o domingo, no Parque da Harmonia. O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Nairo Callegaro, esclareceu à Rádio Guaíba que o prazo de vencimento dos alvarás, que valem até esta quinta-feira, impede que, oficialmente, o evento possa ser mantido.

Conforme Calegaro, prorrogar os alvarás em mais três dias exigia vistorias novas e mais custos para a organização. O presidente do MTG confirmou, com isso, que o processo de desmontagem dos piquetes já deve se iniciar na sexta-feira. A partir do encerramento oficial, na noite desta quinta, também fica proibida a realização de shows no acampamento.

Conforme o auxiliar do Departamento de Segurança Contra Incêndio (DSCI) do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, sargento Manoel Neto, caso ocorra algum incêndio em um piquete no Acampamento fora do prazo do alvará, a responsabilidade segue sendo do Movimento Tradicionalista Gaúcho, organizador principal do evento.

Com mais três dias de atividades, a expectativa do MTG era de superar 1 milhão de visitantes. O acampamento recebe a participação de 353 galpões de entidades tradicionalistas que desenvolveram programações culturais e campeiras sobre o tema de 2018, o tropeirismo.