Segunda começa com sol, mas tem risco de temporais isolados no RS

Centro de baixa pressão avança da Argentina e pode trazer granizo com vendavais. Foto: Helena Rocha / PMPA / Divulgação CP

Centro de baixa pressão avança da Argentina e pode trazer granizo com vendavais. Foto: Helena Rocha / PMPA / Divulgação CP
Centro de baixa pressão avança da Argentina e pode trazer granizo com vendavais. Foto: Helena Rocha / PMPA / Divulgação CP

O sol aparece com nuvens em parte do Rio Grande do Sul nesta segunda, a nebulosidade, entretanto, aumenta em todas as regiões no decorrer do dia. Um centro de baixa pressão avança do Norte da Argentina e do Paraguai para o Estado e instabiliza o tempo, com risco de fortes temporais e granizo em pontos isolados. A Defesa Civil adverte para o risco de situações perigosas no decorrer do dia.
Algumas regiões do interior já devem ter chuva de manhã, mas da tarde pra noite a instabilidade afeta grande parte do território gaúcho. A chuva será irregular, mas pontos localizados podem ter fortes precipitações com altos volumes em curto período e alagamentos.
As mínimas rondam os 15ºC em São José dos Ausentes e em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem alcançar 32ºC em Santa Cruz do Sul e em Pelotas. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 21ºC e 32ºC. No Litoral Norte, os termômetros se alternam entre 21ºC e 27ºC.
A MetSul Meteorologia alerta que a atuação de centro de baixa pressão traz condições muito favoráveis à ocorrência de chuva localmente forte a torrencial com altos volumes localizados entre segunda e terça-feira. Com a alimentação de ar quente a partir de uma corrente de jato em baixos níveis (um corredor de vento forte a cerca de 1500 metros de altitude), a instabilidade se acentuará ainda mais com a formação de muitas nuvens carregadas, capazes de despejar grandes volumes isolados de chuva em curto período, com alagamentos e inundação relâmpago.

São prováveis ainda temporais localizados com risco de granizo e vento forte, sobretudo entre a Metade Norte gaúcha e o Paraná. A instabilidade nesta segunda aumenta muito da tarde para à noite à medida que o centro de baixa se move para o Rio Grande do Sul, encontrando ar muito quente.

Na terça, o centro de baixa pressão estará sobre o oceano e se intensificará, podendo dar origem a um ciclone. A circulação de umidade do sistema traz pancadas de chuva para a maioria das regiões gaúchas no decorrer do dia e que isoladamente podem ser fortes a torrenciais com elevados volumes em curto período. O Sul e a Metade Leste do Estado, em especial, estarão sob a influência da circulação de umidade com nuvens Cumulus bastante carregadas.