Atividade de turismo varia 0,2% em março, revela IBGE

Segmento se encontra 2,3% acima do patamar de pré-pandemia

Foto: Guilherme Almeida/Correio do Povo

O índice de atividades turísticas teve variação de 0,2% em março, na comparação com fevereiro, após ter recuado por dois meses seguidos, quando acumulou perda de 1,9%. Em março, o segmento estava 2,3% acima do patamar de pré-pandemia (fevereiro de 2020) e 5,3% abaixo do ponto mais alto da série (fevereiro de 2014). Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada nesta terça-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Frente a fevereiro, cinco dos 12 locais pesquisados registraram expansão, sendo a mais relevante na Bahia (9,8%), seguida por Santa Catarina (4,5%) e Paraná (2,6%). Em sentido oposto, São Paulo (-1,6%), seguido por Distrito Federal (-6,2%) e Rio de Janeiro (-0,8%) tiveram os principais recuos. No primeiro trimestre de 2024, o agregado especial de atividades turísticas apresenta alta de 0,4% frente a igual período do ano passado.