Cerca de 600 mil micro e pequenas empresas são afetadas no RS, diz Sebrae

Sistema lançou pesquisa que busca entender o impacto dos alagamentos na vida e nos negócios

Crédito: Divulgação

De acordo com estimativa do Sebrae RS, cerca de 600 mil micro e pequenas empresas foram afetadas diretamente em todo o Rio Grande do Sul pelos recentes alagamentos que afetaram grande parte dos municípios do estado, principalmente na Serra, Vale do Taquari e Região Metropolitana.

Diante disso, o Sebrae RS lançou uma pesquisa que busca entender o impacto dos alagamentos na vida e nos negócios de micro, pequenas e médias empresas e entender com mais exatidão como está a situação dos empresários desses segmentos. A Pesquisa para Avaliação do Impacto das Enchentes nos Negócios do RS pode ser respondida pela internet através deste link: https://bit.ly/juntospeloRS.

O levantamento busca saber o porte do negócio afetado, se está atualmente em operação, como o empreendimento foi afetado pela enchente, estimativa de prejuízo, número de colaboradores, se possui seguro, se precisará de crédito para retomada da operação e a expectativa do empreendedor para os próximos meses.

“Entendemos que o momento é para salvar vidas, restabelecer os sistemas básicos e garantir a segurança de todos. Neste sentido, reforçamos o compromisso da organização no desenvolvimento do estado e de nossa luta histórica, promovendo o crescimento e a restauração por meio do empreendedorismo. Estamos atuando de forma gradual, porém efetiva, junto às entidades e aos poderes público e privado na reconstrução do nosso estado”, destaca Luiz Carlos Bohn, presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae RS.