Brasil lidera ranking de vazamento de dados de cartões de crédito e débito

Cartões de crédito. Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Um relatório divulgado pela Axur, empresa de cibersegurança e monitoramento de risco, revela que o Brasil ainda é o lugar onde existe o maior número vazamento de dados de cartões de débito e crédito no mundo. Em 2021 foram mais de 720 mil cartões expostos online em páginas não indexadas em buscadores.

Esses números representam um terço das ocorrências globais, e superam em 116% o segundo colocado nesse ranking, os Estados Unidos onde houve 333 mil cartões expostos. E esse foi o segundo ano em que essa ocorrência aparece, pois em 2020 foram 910 mil cartões vazados.

Segundo técnicos da empresa, o fato do brasileiro ser muito bancarizado e possuir mais de um cartão de crédito permite esse cenário ao aumentar o descuido. Conforme o relatório, a qualidade dos dados é tão expressiva que 95% dos cartões ainda estavam dentro do prazo de validade e tinham o código de verificação (CVV) existente nos cartões.

Além dos dados, também foram vazados 2,8 bilhões de registros como RG, CNPJ e passaporte, sendo que apenas de CPFs foram 699 milhões de dados vazados. O número é maior que a população do país porque inclui pessoas mortas.