Vazamento clandestino suspende captação da Corsan no rio dos Sinos, em Nova Santa Rita

Companhia providenciou caminhão-pipa para atender locais prioritários da cidade, como asilos, clínicas e postos de saúde

Ilustração: Rádio Guaíba

A Corsan detectou um vazamento clandestino no rio dos Sinos, junto ao ponto de captação de água de Nova Santa Rita, e suspendeu, preventivamente, as operações no local até que a substância, que pode ser óleo, graxa ou um similar, seja completamente removida.

Ainda na manhã desta segunda-feira, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Nova Santa Rita alertou a Fepam e a Patrulha Ambiental da Brigada Militar, que deu início às investigações. Já a Corsan providenciou um caminhão-pipa para atender locais prioritários da cidade, como asilos, clínicas e postos de saúde.

De acordo com a companhia, foram coletadas amostras para que o tipo de produto vazado possa ser identificado. O resultado deve sair na manhã desta terça.

Em paralelo, Prefeitura, Brigada Militar e Corsan discutem a instalação de uma barreira de contenção que possa deixar o ponto de captação isolado da substância poluente. A companhia monitora o corpo hídrico e avalia o momento adequado de retornada do bombeamento.