Varejo nacional revisa projeção e reduz expectativa de vagas temporárias no Natal

Foto: Alex Rocha/PMPA

Apesar do otimismo do começo do trimestre, o Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) anunciou uma revisão, para baixo, do número de contratações temporárias do setor para o Natal de 2021. Das 94,2 mil vagas previstas no final de setembro e início de outubro, a entidade projeta agora 89,4 mil vagas, fruto da queda no poder aquisitivo do consumidor, aumento dos juros e a alta da inflação.

Mesmo assim, essas expectativas continuam, se confirmadas, sendo o maior número desde 2019, para um movimento também esperado de R$ 57,48 bilhões em vendas, o que significa uma queda de 2,6% em relação ao desempenho de 2020, o segundo ano de queda nos resultados do setor.