Servidores da Prefeitura de Viamão são presos por desvio de vacinas contra Covid-19

Investigação teve origem em denúncia formulada pelo Poder Executivo Municipal

Apreensão na casa de um suspeito de um frasco da vacina Coronavac parcialmente consumida - Foto: Polícia Civil / 2°DP Viamão

A Polícia Civil prendeu, em flagrante, dois servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Viamão, investigados pelo desvio de vacinas contra a Covid-19. As prisões aconteceram nessa quarta-feira. A dupla tinha a intenção de vender, de forma clandestina, os imunizantes.

Os policiais apreenderam, durante as buscas na residência dos suspeitos, um frasco de imunizante Coronavac, parcialmente consumido, além de seringas e outros medicamentos que foram desviados do acervo municipal da prefeitura. Durante as diligências foram apreendidos receituários médicos com timbres de diferentes instituições de saúde em branco e dois carimbos com nome e CRM de médicos gaúchos. Foram encontrados ainda cartuchos de munição de uso restrito das forças armadas e policiais.

Os servidores responderão pelos crimes de peculato, infração de medida sanitária preventiva majorada e tráfico majorado de drogas. Também foi representado pela decretação da prisão preventiva e afastamento cautelar dos servidores de suas funções públicas.

A investigação teve origem em denúncia formulada pela prefeitura de Viamão. O inquérito policial irá apurar também a origem das munições apreendidas e crime de corrupção ativa praticado por pessoas que tenham pago valores para a aplicação clandestina do imunizante.