Serviço que agiliza emissão de carteira de identidade é suspenso em função de greve dos Correios

Não há previsão de normalização do serviço

Foto: Agência Brasil

O Instituto Geral de Perícias (IGP) comunicou, no começo da tarde de hoje, que a solicitação da chamada Carteira Expressa, que prevê a entrega agilizada do documento de identidade, está suspensa no Rio Grande do Sul. A única exceção é Porto Alegre, que segue emitindo os documentos normalmente.

A justificativa, de acordo com o IGP, é a greve nos Correios. Em circunstâncias normais, a Carteira Expressa sai em 3h na Capital e em cinco dias no interior, ao custo de R$ 88,95.

Não há previsão de normalização do serviço. No começo do mês, o sistema de emissão de carteiras de identidade expressas já havia sido suspenso, daquela vez por instabilidade no sistema da Procergs.