RS cria 9,3 mil vagas de emprego em outubro e 31,5 mil no acumulado do ano

Variação é de 1,25% em relação ao fim do ano passado. No País, alta é de 2,09%

Mais de 700 vagas são disponibilizadas no Feirão | Foto: Marcello Casal Jr / ABr / Divulgação / CP

A economia do Rio Grande do Sul gerou 9.319 vagas de emprego com carteira assinada em outubro, conforme revelou hoje o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Esse é o melhor resultado para o mês desde 2013.

De janeiro a outubro, foram criadas 31,5 mil vagas formais no mercado de trabalho gaúcho, o que configura uma alta acumulada de 1,25% no comparativo com o saldo do fim do ano passado. O resultado é menor que o nacional, antecipado em meia hora pelo presidente Michel Temer, na tarde de hoje. De janeiro a outubro, o Brasil criou 790.579 empregos, um avanço de 2,09% no comparativo com o estoque de dezembro de 2017.

No Rio Grande do Sul, os setores de comércio e serviços puxaram o resultado, gerando mais de 7,5 mil vagas no mês passado. Só dois segmentos tiveram resultado negativo: a Administração Pública e o Extrativismo Mineral.

No Brasil, outubro registrou a geração de 57.733 postos com carteira assinada. Quatro das cinco regiões, exceto o Centro-Oeste, registraram variação positiva. Em 23 das 27 unidades federativas, houve avanço, com destaque para São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nessa ordem. As quedas foram apuradas em Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro e Rondônia.