Operação da BM afasta ambulantes no Centro de Porto Alegre

Tenente-coronel disse que presença em excesso de vendedores impedia trabalho para evitar assaltos

Operação da BM afasta ambulantes no Centro de Porto Alegre | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

Com o objetivo de impedir a presença de vendedores ambulantes, a Brigada Militar (BM) ocupou ao amanhecer desta quarta-feira o trecho da rua Voluntários da Pátria, entre a Praça Rui Barbosa e o Largo Glênio Peres, em Porto Alegre. A partir das 5h, mais de 30 policiais militares do 9ºBPM e do 4ºRPMon posicionaram-se na área.

A mobilização prossegue até o final da tarde. “Estamos fazendo um trabalho de manter limpas as calçadas”, disse o comandante do 9º BPM, tenente-coronel Rodrigo Mohr Picon, acrescentando que um dos motivos da ação foi devido ao trabalho policial estar sendo prejudicado no dia a dia. “É tanta gente e tanta confusão que não estávamos conseguindo ver nem o criminoso e nem a vítima. É um ponto bem crítico. Agora com a ocupação estamos em condições de ver qualquer tipo de assalto”, destacou. Ele observou que a região apresenta elevado número de furtos e roubos, sobretudo de celulares, documentos e dinheiro. “Ali é também o centro da venda do celular roubado”, lembrou.

O comandante do 9º BPM ressaltou ainda que a ocupação da área teve como igualmente como alvo alguns lojistas que, na disputa pelo espaço com os vendedores ambulantes, acabam também invadindo as calçadas. Os comerciantes tiveram de recuar para dentro dos estabelecimentos. O tenente-coronel Rodrigo Mohr Picon frisou que a deflagração da ação da BM foi antecedida por conversas com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Sindilojas Porto Alegre e CDL de Porto Alegre.