Aulas do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental serão retomadas na rede municipal nesta segunda

Mesmo com a volta das aulas, professores municipais de Porto Alegre seguem em greve, devido a pandemia

Foto: Cesar Lopes/PMPA

Em Porto Alegre, alunos do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino poderão retornar às aulas presenciais a partir desta segunda-feira. Conforme a Secretaria Municipal de Educação (Smed), há hoje 12.715 estudantes matriculados nesta faixa.

O grupo se junta ao de 32 mil crianças, que fazem parte da Educação Infantil e do 1° e 2° anos do Ensino Fundamental, aptas a retomar as aulas presenciais desde 29 de abril. Segundo a Smed, entre os dias 29 de abril e 7 de maio, as escolas registraram mais de 23 mil presenças, nos turnos da manhã e da tarde. A conta não especifica quantas vezes cada criança compareceu à escola durante a semana.

“A resposta dada pelos pais e familiares foi a mais eloquente possível, no sentido da validação de nossos protocolos, ao confiar suas crianças aos profissionais de educação da rede pública municipal”, avalia a secretária Janaina Audino.

Na Capital, os alunos vêm retomando as atividades presenciais de forma escalonada, como prevê um calendário divulgado pela Smed. Na segunda-feira da próxima semana, é a vez dos 14.519 alunos matriculados do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Por conta do retorno das atividades presenciais, os profissionais de ensino do município fazem testagens periódicas para o coronavírus. De acordo com a Smed, até o momento, mais de mil trabalhadores em educação das escolas municipais foram encaminhados para testagem pelos laboratórios credenciados na Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Greve da categoria

Desde a última sexta-feira, parte dos professores da rede municipal de Porto Alegre entrou em greve. O motivo, segundo a categoria, é a atual situação da pandemia do coronavírus na cidade.

Para a retomada das atividades presenciais, o Sindicatos dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), que representa os profissionais, pede vacinação, testagem, aumento dos horários no transporte coletivo, entre outras exigências.

Amanhã está marcada uma reunião virtual do Comando de Greve aberto, contando com representantes de todas as escolas, para definir os próximos passos do movimento, entre eles o de sistematizar as reivindicações definidas na assembleia da sexta passada.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile