test

Preço dos alugueis sobe em Porto Alegre em maio, diz FGV

Em maio, na capital gaúcha, houve um aumento de 2,02% para 2,20%

Crédito: Freepik

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de maio de 2024 registrou variação de 0,21%, representando uma desaceleração em relação à taxa de 1,40% observada no mês passado. Este resultado elevou a variação acumulada em 12 meses para 9,45% em maio de 2024, um aumento de 0,29 ponto percentual em comparação aos 9,16% registrados em abril de 2024. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre).

O IVAR foi desenvolvido para medir a evolução mensal dos valores de aluguéis residenciais do mercado de imóveis no Brasil. Entre abril e maio, o IVAR registrou aceleração em três cidades: Belo Horizonte, saltando de -3,38% para 4,62%; Rio de Janeiro, avançando de -0,46% para 4,55%; e Porto Alegre, que aumentou marginalmente de 2,02% para 2,20%. Por outro lado, São Paulo apresentou uma queda acentuada, passando de 3,20% para -4,00%.

A taxa interanual do aluguel residencial apresentou aceleração em três das quatro cidades analisadas. No Rio de Janeiro, a taxa subiu de 11,05% para 12,56%, refletindo a aceleração mais intensa do ritmo de aumento dos aluguéis dentre as cidades componentes do IVAR. Em Belo Horizonte, a taxa de variação anual avançou de 10,45% para 12,09%, enquanto em Porto Alegre, a taxa anual passou de 8,75% para 11,50%, indicando uma tendência de retomada do crescimento dos preços do aluguel nessas regiões. A única cidade a registrar desaceleração significativa na taxa interanual foi São Paulo, onde a taxa acumulada caiu de 7,44% para 5,27%.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile