test

Venda de veículos novos cresce 10,1% em maio, diz Fenabrave

Já negócios com motos cresceram 1,9% no mesmo período

Crédito: Freepik

Os licenciamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus subiram 10,1% em maio na comparação com o mesmo mês de 2023. Entretanto, o resultado apresenta uma queda de 12% comparado com abril, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 4, pela  Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No acumulado do ano de 2024, os licenciamentos mostram crescimento de 15%, para 929,55 mil veículos.

Os emplacamentos somaram 194.257 mil unidades, com destaque para os resultados do desempenho dos veículos híbridos.. Este segmento teve crescimento de 45% nas vendas em maio sobre um ano antes, para 8,5 mil unidades. Enquanto isso, os elétricos saltaram de 615 unidades emplacadas em maio de 2023 para 5.175 veículos no mês passado.

A Fenabrave decidiu manter sua projeção de vendas para o ano, de alta de 12%, para 2,585 milhões de veículos, citando os impactos das enchentes no Rio Grande do Sul. Segundo a entidade os impactos das enchentes ainda estão sendo contabilizados e que o efeito reposição poderá ocorrer para os veículos perdidos durante as chuvas. “A Fenabrave manterá as projeções de emplacamentos de veículos para 2024, ao menos até o fechamento do primeiro semestre”, afirmou em comunicado à imprensa.

VENDA DE MOTOS

As vendas de motos reduziram o ritmo de crescimento em maio, quando a alta frente ao mesmo mês do ano passado foi de apenas 1,9%. No total, 164,5 mil motocicletas foram vendidas no País. Comparado com abril, houve uma queda de 3,4% nas vendas do veículo de duas rodas, mas com um acumulado de 20% de alta, 767,1 mil motos.

O volume é superior às vendas de carros de passeio no período (685 mil unidades), refletindo a melhora nas condições de crédito, a expansão dos serviços de entrega (delivery) e a busca dos consumidores por veículos mais baratos e econômicos no consumo de combustível.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile