test

Brasil tem melhor abril da história para o turismo internacional, diz Embratur

Valor gasto no país chegou a R$ 3,2 bilhões no período, 37,1% acima de 2023

Crédito: André Netto/Arquivo Embratur

A receita do Brasil com turismo internacional cresceu 37,1% no mês de abril, em relação ao mesmo período do ano passado, e bateu um novo recorde. Visitantes de outros países deixaram US$ 620 milhões, o equivalente a R$ 3,220 bilhões, na economia brasileira no quarto mês de 2024. Este é o maior valor da série histórica iniciada em 1995, sendo que em abril de 2023, o registro foi de US$ 452 milhões.

No primeiro quadrimestre de 2024, o valor das entradas de divisas internacionais no turismo também bateu todos os recordes da série histórica, com um crescimento de 24,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Na soma de janeiro, fevereiro, março e abril, turistas de outros países deixaram US$ 2,6 bilhões (R$14 bilhões) na economia do país, melhor marca já registrada. No ano passado, as entradas do acumulado nesse período foram de US$ 2,1 bilhões.

O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, destacou a importância da atividade turística no PIB brasileiro. “Tá chegando mais turista, e o turista que está vindo está ficando mais tempo e tem um perfil de consumo mais elevado. O turismo está puxando para cima a arrecadação com exportação de produtos e serviços. Crescemos 25% no quadrimestre. O crescimento das exportações do Brasil neste período, considerando a agricultura, a indústria extrativista e a indústria de transformação, foi de 5,7%”, disse.

“O Brasil é gigante e marcado com muita diversidade, com muito sol e praia, natureza, cultura e uma gastronomia diversa. E nosso crescimento hoje está atrelado ao descobrimento pelo turista estrangeiro da diversidade que o Brasil tem a oferecer. Vamos seguir crescendo, o turismo tem uma importância muito grande para a economia brasileira. Quando eu olho para o Século 21, eu não tenho dúvida: o futuro do país será através do turismo. O grande modelo de desenvolvimento e geração de emprego será o turismo”, completou Freixo.

O ministro do Turismo, Celso Sabino, também comemorou os resultados alcançados no turismo internacional. “Estamos vivendo um momento espetacular para o turismo do Brasil. Nosso país está se destacando e a prova disso são os números crescentes na entrada e no gasto de estrangeiros no país. Vamos continuar apostando na imagem positiva que o Brasil tem, mostrando para o mercado internacional todo nosso potencial turístico, as belezas e atrativos belíssimos que só é possível encontrar aqui”, afirmou.

CHEGADA DE TURISTAS

O Brasil fechou o primeiro quadrimestre de 2024 com alta de 7,4% no número de turistas internacionais em relação ao mesmo período do ano passado: foram 2,92 milhões de turistas este ano contra 2,71 milhões em 2023. Esse foi o terceiro melhor quadrimestre da história, atrás apenas de 2018 (3,10 milhões) e 2017 (2,99 milhões). Os dados, calculados em parceria da Embratur com o Ministério do Turismo (MTur) e a Polícia Federal (PF), reforçam a tendência de crescimento.

Freixo fez uma projeção positiva para o restante do ano. “Tivemos um 2023 de recuperação a níveis de pré-pandemia de chegada de turistas e já batemos recorde de receita com o turismo. Em 2024, os números mostram uma curva de crescimento consolidada. Devemos fechar o ano com resultados muito positivos. E essa entrada crescente de turistas significa mais investimento no Brasil, mais dinheiro girando na nossa economia”, declarou.

(*) com Agência Gov.br

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile