test

Lula visita abrigo para pessoas afetadas pelas chuvas em São Leopoldo

Local escolhido pelo presidente é onde foi encontrado morto o médico voluntário Leandro Medice, de 41 anos

Lula confere os estragos da chuva no RS (THIAGO NOLASCO/RECORD)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu visitar nesta quarta-feira (15) um abrigo para as pessoas afetadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Ele escolheu ir ao abrigo da Unisinos, onde foi encontrado morto o médico voluntário Leandro Medice, de 41 anos. O profissional da saúde, que era do Espírito Santo, estava ajudando as vítimas das enchentes que assolam o estado. Leandro sofreu um mal súbito e não resistiu.

O abrigo montado pela Unisinos no campus de São Leopoldo (RS) recebe famílias desabrigadas pelas enchentes. De acordo com dados da universidade, são cerca de 1.500 pessoas acolhidas, sendo o maior espaço do tipo no município. A visita de Lula ao local ocorreu por volta de 11h35 e não constava na agenda oficial do presidente. Na sequência, o petista vai se reunir com o governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB).

Mais cedo, Lula desembarcou no Rio Grande do Sul para anunciar uma série de medidas voltadas para as pessoas físicas. A ideia era de que o anúncio ocorresse na presença de representantes dos Três Poderes. No entanto, a comitiva presidencial foi formada por ministros e pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luís Roberto Barroso. Convidados, os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), não viajaram com Lula em função da agenda legislativa.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile