test

Ampliação do corredor humanitário em Porto Alegre deve ser concluída nesta quarta

Local tem um tráfego médio de 100 veículos por hora

Local tem um tráfego médio de 100 veículos por hora | Foto: Ricardo Giusti

Deve ser concluída, nesta quarta-feira, a obra de duplicação do corredor humanitário, o acesso alternativo para Porto Alegre que liga o Túnel da Conceição, com a avenida Castelo Branco e a BR 290. A expectativa é que a abertura de duas pistas facilite o fluxo de veículos com mantimentos para vítimas da enchente.

De acordo com a prefeitura, aproximadamente 60 trabalhadores estão no local, que registra tráfego médio de 100 veículos por hora.

“A demanda é enorme diante das dificuldades que enfrentamos e, por isso, precisamos ampliar ainda mais o trânsito no local”, diz o titular da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, o engenheiro Assis Arrojo.

O caminho permanece exclusivo para caminhões com suprimentos para abrigos, hospitais, mercados, farmácias e viaturas. Veículos que não estejam prestando serviço humanitário não podem acessar o corredor.

“Esse é um esforço de toda a prefeitura para diminuir o impacto das cheias e melhorar os acessos da cidade”, ressalta o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, André Flores.

Agentes da EPTC operam o sistema de ponto a ponto, orientando o trânsito no local para que os veículos possam trafegar, de forma alternada, nas duas direções

No sentido litoral-Capital, o motorista vem da Freeway, desce o viaduto, acessa o trecho de pedras do corredor e, depois, entra na Sarmento Leite, Osvaldo Aranha ou João Pessoa.

No sentido Capital-litoral, o motorista segue pela Osvaldo Aranha, acessando a Sarmento Leite na contramão, vai pelo Túnel da Conceição pela contramão e, depois, passa pelo trecho de pedras do Caminho Humanitário até chegar na Castelo Branco.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile