test

Confiança Empresarial segue em alta, diz FGV

Indicadoro atinge o maior valor desde outubro de 2022

Crédito: Freepik

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) avançou 0,6 ponto em abril, para 95,8 pontos, o maior valor desde outubro de 2022. Em médias móveis trimestrais, o indicador ficou praticamente estável, ao variar +0,1 ponto. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 2, pelo Instituto Brasilero de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre).

O aumento da confiança empresarial em abril ocorre de maneira heterogênea, com elevações no Comércio e Indústria e quedas em Serviços e Construção. Destaque para o aumento significativo de 5,1 pontos na confiança do Comércio, impulsionado por uma melhora expressiva nas percepções sobre a situação atual, tanto em segmentos mais relacionados a bens essenciais quanto em segmentos de compra eletiva, como o de móveis e eletrodomésticos.

“Com esse aumento, o nível de confiança do setor se aproximou dos demais, resultando na menor dispersão entre os índices de confiança dos quatro setores desde maio de 2015. O panorama neste início do segundo trimestre, assim como no primeiro, segue sendo de crescimento moderado do nível de atividade”, avalia Aloisio Campelo Jr., Superintendente de Estatísticas do FGV IBRE.

No último mês, a alta do ICE foi impulsionada por avanços em seus dois índices-componentes. O Índice de Expectativas Empresariais (IE-E) subiu 0,6 ponto, alcançando 95,7 pontos, com destaque para a melhora nas projeções de demanda para os próximos três meses, especialmente nos setores do Comércio e Indústria. O indicador que mensura essa percepção registrou um aumento de 1,0 ponto, atingindo 95,6 pontos. Além disso, o otimismo em relação ao ambiente de negócios nos próximos seis meses também apresentou uma elevação, com alta de 0,3 ponto para 95,9 pontos.
​​​​​​​
Por sua vez, o Índice da Situação Atual Empresarial (ISA-E) avançou 0,5 ponto no mês, atingindo 95,9 pontos, o patamar mais elevado desde outubro de 2022. Ambos os seus componentes, que avaliam a percepção atual da Demanda Atual e a Situação Atual dos Negócios, apresentaram incrementos de 0,6 e 0,3 ponto, respectivamente.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile