test

Jogadores da ACBF precisam voltar caminhando para hotel devido à queda de barreira

Delegação da Associação Carlos Barbosa de Futsal se abrigou em um hotel de Veranópolis, até a desobstrução da BR 470

Foto: Reprodução / CP

Os jogadores da Associação Carlos Barbosa de Futsal que voltavam Paraná, onde atuaram pela Liga Nacional de Futsal (LNF), tiveram que descer do ônibus que os transportava até a cidade da sede do clube, na BR 470, entre Veranópolis e Bento Gonçalves, na Serra das Antas, devido à queda de barreiras. Com a rodovia interrompida na frente e atrás do ônibus e sem conseguir seguir viagem para Carlos Barbosa a opção foi ir caminhando até Veranópolis para se abrigar em um hotel.

A ACBF empatou na noite de terça-feira, em 1 a 1, com o Marreco, em Francisco Beltrão (PR). Após a partida, a delegação iniciou o retorno para a Serra gaúcha. De acordo como motorista Adilson Bigolin, da Santa Luiza Turismo, empresa contratada pela equipe para as viagens para fora do Estado, a viagem foi tranquila até Passo Fundo e “com lua” iluminando o retorno. A partir da cidade gaúcha a chuva voltou fraca.

“Quando passamos por Veranópolis, do nada, começou a chover forte e descer pedras, terra e água dos barrancos (na direção da pista). Em 35 anos de estrada, nunca vi coisa igual. Tem muita gente presa lá (na rodovia). Caminhões, carros e uns três ônibus presos. Caiu uma barreira a 10 metros na frente e outra 20 metros atrás do ônibus. Todo mundo veio para o hotel e está tudo certo”, revelou Bigolin.

Com o empate no Paraná, a ACBF ocupa a quinta colocação da LNF. O próximo confronto da equipe é contra a Assoeva, no Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, às 18h, no sábado.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile