test

Salário mínimo regional: com ou sem acordo, relatório será enviado ao governador dia 30

Cabe ao Executivo formular e encaminhar a proposta para aval da Assembleia do RS

O encaminhamento foi tomado em reunião do Comitê de Valorização do Piso Salarial do RS | Foto: Reprodução / Instagram / CP

A Secretaria Estadual de Trabalho e Desenvolvimento Profissional irá realizar encontros separados com representantes de entidades patronais e de centrais sindicais visando a construção de entendimento em torno do índice de reajuste a ser aplicado no salário mínimo regional. O encaminhamento foi tomado em reunião, nesta quarta-feira, do Comitê de Valorização do Piso Salarial do Rio Grande do Sul, mediado pelo secretário Gilmar Sossella.

Havendo ou não conciliação entre as partes, o relatório do comitê será fechado até o dia 30 deste mês e enviado ao governador Eduardo Leite (PSDB), que tomará a decisão. Cabe ao Executivo formular e encaminhar a proposta para aval da Assembleia. As conversas que ocorrerão nos próximos dias têm objetivo de costurar um percentual alternativo aos 8,45% reivindicado pelas centrais, e de 2,21%, defendido pelas entidades patronais.

“Se conseguirmos conciliar um índice alternativo, estaremos dando um passo significativo para que o projeto de lei seja encaminhado de forma mais ágil pelo governador à Assembleia Legislativa”, afirmou Sossella. Nos últimos dois anos, especialmente, em função da falta de entendimento, os projetos de reajuste do mínimo regional acabaram sendo votados pelo Legislativo meses após a data base, que era em fevereiro, mas foi modificada pelo Executivo para maio. Mesmo com a demora, a retroatividade não foi avalizada.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile