test

CPI da CEEE Equatorial vai a Brasília após ausência da Aneel em sessão

Encontro deverá ocorrer na primeira semana de maio; presidente e relatora da CPI serão as representantes da Câmara de Porto Alegre

Cláudia Araújo e Comandante Nádia representarão o Legislativo em Brasília | Foto: Paulo Ronaldo Costa / CMPA / CP

Após a ausência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em reunião da CPI da CEEE Equatorial na Câmara de Porto Alegre, a presidente, Cláudia Araújo (PSD), e a relatora, Comandante Nádia (PL), decidiram ir a Brasília para se reunir com integrantes do órgão regulador. A alegação da Aneel para não mandar representante à sessão da CPI foi a de que tinha compromissos firmados previamente.

A ida para Brasília deve acontecer na primeira semana de maio. As duas vereadoras, que representarão oficialmente a Casa, irão levar perguntas dos vereadores para a diretoria da Aneel. “Vamos levar questionamentos nossos, que faríamos nas oitivas para que eles nos respondam e a gente possa colocar no processo”, disse a presidente da CPI. Além da presidente e da relatora, a vice-presidente do grupo, Fernanda Barth (PL), estará em Brasília. Outros vereadores poderão viajar por conta da cota de seus gabinetes.

A CPI foi instaurada em função da fraca atuação da Equatorial após o temporal de 16 de janeiro. Três dias depois, a prefeitura da Capital solicitou que a Aneel abrisse fiscalização urgente nas atividades da empresa. Na última semana, a Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS) deixou de ser a reguladora dos serviços da CEEE, pelo fim dos contratos firmados entre as agências estadual e federal. Com isso, a Aneel voltou a ser a responsável pela fiscalização da concessionária.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile