test

Denarc prende traficante de alucinógenos com entorpecente raro na zona Norte de Porto Alegre

Peiote foi apreendido por policiais civis da 3ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico

Foto: Polícia Civil

Policiais civis da 3ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico prenderam, nesta quarta-feira, um traficante que vendia drogas sintéticas e alucinógenos no bairro Sarandi, na zona Norte de Porto Alegre. Ele tem 21 anos e não possuía antecedentes criminais.

O preso não integra facções. A especialidade dele era vender entorpecentes a um público de alto poder aquisitivo, que frequenta raves e festas.

Foram apreendidos 66 comprimidos de ecstasy, 18 pontos de LSD, balanças e telefones celulares. Além disso, os policiais também localizaram um cactos da região central do México conhecido como Peiote.

A planta contém mescalina, uma potente substância psicodélica. Esse químico possui efeitos alucinógenos e psicoativos e, em determinadas localidades, é utilizada em rituais religiosos. No contexto da investigação, o item tinha a finalidade de integrar a venda de drogas sintéticas.

O modo de consumo da substância pode ser por ingestão, em pasta ou até mesmo em infusão em chás. Os efeitos psicoativos podem ter duração de até 10 horas.

“Os efeitos nocivos de entorpecentes de origem desconhecida no organismo humano podem gerar alucinações, sinestesia, taquicardia, surtos psicóticos e, em alguns casos, levar a óbito”, alertou o delegado Gabriel Borges.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile