Temporal deixa mais de 1 milhão de pontos sem luz no RS

Porto Alegre tem 280 mil clientes sem energia elétrica

Luz | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

O temporal registrado entre a noite dessa quarta-feira e a madrugada desta quinta deixa pelo menos 1,1 milhão de pontos sem energia elétrica no Rio Grande do Sul. Na última atualização da CEEE Equatorial, às 10h, 815 mil clientes estavam sem luz na área de concessão da empresa. As regiões mais atingidas são Metropolitana, com 312 mil pontos afetados, Sul com 183 mil, e 90 mil no Centro-Sul. Em porto alegre, 280 mil pontos estão sem energia elétrica

Na área de concessão da RGE, pelo menos 337 mil clientes estão sem luz, o que representa 10% do total atendido pela  companhia. Segundo a empresa, os locais  mais afetados até o momento são Canoas, Missões, Central, Vale do Taquari, Vale do Rio Pardo, Vale do Sinos e Pampa. O pico de clientes da RGE desligados foi às 7h quando 419 mil ficaram sem luz.

A falta de energia também afetou o abastecimento de água em Porto Alegre e na região metropolitana. No início da manhã, quatro Estações de Tratamento de Água (ETAs) ficaram sem luz. Segundo o  Departamento Municipal de Águas e Esgotos (Dmae), essas unidades são responsáveis pelo abastecimento de água em 72 bairros. A situação em três delas foi normalizada ao longo da manhã.

No momento, a ETA e a Estação de Bombeamento de Água Bruta, ambas da região das Ilhas, seguem sem energia e sem previsão de voltar a ter o fornecimento normalizado. Além disso, também estão com problemas na energia as Estações de Bombeamento de Água Tratada (Ebats), Gioconda, Manoel Elias 3, Pitinga, Dolores Duran 2, Vila dos sargentos 2, Menina Alvira, Vila Brasília, Jardim Isabel 1 e 2, Retiro da Ponta Grossa e Beco do Armando. Com isso, 46 bairros são afetados.

São eles:

·Auxiliadora, Boa Vista, Higienópolis, Passo D’Areia, São João
·Cidade Baixa
·Protásio Alves, Vila Laranjeiras e Morro Santana
·Jardim Carvalho, Boa Vista, Colina do Prado, Jardim Ipê e Nossa Senhora das Graças
·São José, São José Comunitária e Vila Vargas·Vila Ipiranga e Vila Jardim
·Bom Jesus, Vila Jardim, Vila Fátima-Pinto, Praça Baltazar de Bem e Cefer II
·Nonoai, Vila Alto Erechim, Vila Umovilares e Chácara Sperb
·Lomba do Pinheiro, Vilas Mapa, São Francisco, Chácara das Pêras, Santa Helena, São Carlos, Jardim Viçosa e Bonsucesso

·Agronomia, Jardim Bento Gonçalves, Vila dos Sargentos e Vila Tijuca
·Ipanema, Pedra Redonda, Jardim Isabel e loteamento Encosta do Sul
·Vila Nova
·Ilha da Pintada

Já em Cachoeirinha, Gravataí, Alvorada e Viamão, a Corsan informou que a falta de energia elétrica também pode causar oscilações na distribuição de água.

Escolas sem energia na capital

Segundo a Secretaria Municipal da Educação, cerca de 70% das escolas da rede municipal foram afetadas pela falta de energia elétrica. A orientação é que as escolas municipais que estão nessa situação deveriam cancelar as aulas no turno da manhã. Também foi orientado que os colégios mantenham profissionais para o acolhimento de alunos e atendimento de familiares para informações.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, para a tarde, será feita nova avaliação.

Unidades de saúde também foram atingidas

Durante a manhã, algumas unidades de saúde registraram problemas de energia são elas: Lami, Paulo Viaro, Chapéu do Sol, Nonoai, Ilha da Pintada, Fradique Vizeu, Ramos, Vila Pinto, Nossa Senhora das Graças, Santa Fé, Santa Anita, São Gabriel, Santa Maria, Vila Ipiranga, Chácara do Banco, Ilha dos Marinheiros, Ilha do Pavão, Alto Erechim, Tristeza, Campos do Cristal, Santo Alfredo, Esmeralda, Jardim da Fapa, Vila Jardim, Pitinga e Estrada dos Alpes.

Através de nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que todas as 134 unidades de saúde estão abertas na manhã desta quinta-feira para atender a população, mas algumas ainda funcionam com restrições por falta de energia elétrica ou internet. O Hospital de Pronto Socorro e o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas funcionam com gerador, sem danos aos pacientes.

Atualizada às 12h15

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile