Preço médio do frete rodoviário subiu 2% em janeiro, aponta indicador

Comparado com janeiro do ano anterior, o preço caiu 10%

Foto: Thomaz Silva/Agência Brasil

O Índice de Frete Edenred Repom (IFR) apontou que o preço médio do frete por km rodado fechou janeiro a R$ 6,36, com um aumento de 2% quando comparado a dezembro de 2023, período em que a média estava em R$ 6,22. Já no comparativo com janeiro do ano anterior, o preço caiu 10%. “Este é o primeiro aumento no valor médio do frete desde abril do ano passado. O novo reajuste da tabela do frete refletiu diretamente no aumento do custo de transporte”, destaca Vinicios Fernandes, diretor da Edenred Repom. 

No dia 19 de janeiro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) atualizou os pisos mínimos de frete e editou a nova Resolução. Os preços médios tiveram aumentos de 1,03% a 5,66%, dependendo do tipo de operação de transporte. Segundo informado pela agência em janeiro, o reajuste passou a ser feito com base em uma nova metodologia, a fim de deixar os valores sugeridos mais próximos da realidade do transportador brasileiro.

“A projeção para fevereiro pode ser de uma nova alta no frete, puxada especialmente pelo acréscimo no preço do litro do diesel ofertado nas bombas de abastecimento, após o início da vigência das novas alíquotas do ICMS”, reitera Fernandes. 

O IFR é um índice do preço médio do frete e sua composição, levantado com base nas 8 milhões de transações anuais de frete e vale-pedágio administradas pela Edenred Repom. A Edenred Repom, marca da linha de negócios de Mobilidade da Edenred Brasil, há 30 anos é especializada na gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga, líder no segmento de pagamento de frete e vale-pedágio com 8 milhões de transações anuais e mais de 1 milhão de caminhoneiros atendidos em todo o Brasil.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile