Secretário de Segurança atribui ao tráfico de drogas o aumento no número de homicídios no RS

Foto: Rodrigo Ziebell/Palácio Piratini

O titular da Secretaria de Segurança Pública do Estado, Sandro Caron, responsabilizou o tráfico de drogas pelo aumento no número de homicídios Rio Grande do Sul. Segundo ele, o Estado segue uma tendência nacional de que traficantes são os principais responsáveis pela maior parte dos crimes violentos. Caron ressaltou que, apesar da elevação no índice de homicídios, as ações do governo têm se mostrando eficazes. O secretário falou, nesta sexta-feira, ao programa Agora, da Rádio Guaíba.

“Houve um recrudescimento em algumas cidades em especial, aqui no RS, de disputas entre grupos criminosos que acabaram gerando um aumento de 15% nos homicídios. Mas várias medidas foram adotadas já no decorrer do mês de janeiro e conseguimos reduzir o número de homicídios que vinham ocorrendo na primeira quinzena de janeiro e agora em fevereiro, nesses primeiros quinze dias, nós já estamos, no apanhado do Estado, com uma redução d de 14% de primeiro a 15 de fevereiro, o que mostra que as ações vêm dando resultado”, declarou o secretário.

Sandro Caron também destacou que a Brigada Militar receberá reforço de 3 mil policiais que estão no Litoral participando da Operação Verão 2024, que termina neste fim de semana. Ele disse que Caxias do Sul será uma prioridade. A cidade da Serra gaúcha já registrou 29 homicídios desde o início do ano, 17 em janeiro e 12 em fevereiro. O aumento da taxa de criminalidade na cidade faz a secretaria adotar medidas emergenciais.

“Nós temos um reforço de 14 policiais civis, inclusive uma delegacia inteira do departamento de homicídios de Porto Alegre foi pra lá, pra auxiliar nessa investigação dos homicídios e temos um reforço de 70 brigadianos do Choque e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e mais uma aeronave. Nossa prioridade hoje é Caxias. No início da semana que vem, estarei lá de novo com os comandos e vamos monitorar a nossa prioridade”, afirmou o secretário.

Caron ainda ressaltou, conforme dados divulgados nessa quinta-feira, a redução no roubo a pedestres, e ressaltou que uma melhora nos indicadores passa, necessariamente, pela alteração das leis, considerada “brandas” por ele. Sobre o sistema prisional do Estado, disse achar fundamental uma reformulação no sistema e que “grande parte dos investimentos da segurança vão para o sistema prisional gaúcho.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile