Operação Verão 2024 contabiliza mais de 60 mortes por afogamento no RS

Segundo os bombeiros, as mortes foram registradas em áreas ou horários sem Guarda-Vidas

Foto: Maria Eduarda Fortes

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul atendeu 57 afogamentos com morte em águas doces e cinco em mar aberto na Operação Verão 2024. Segundo a corporação, os incidentes aconteceram em áreas ou horários sem guarda-vidas. O número já se aproxima das 64 mortes contabilizadas durante toda a operação de 2023.

Segundo o Coordenador Operacional da Operação Verão, major Daniel Moreno, até o final da ação, o número final pode resultar em um aumento de 10% nos óbitos. Para o coordenador, o número é reflexo da grande demanda de banhistas neste verão, comparado com o ano passado, mas tem como principal causa alguns descuidos.

“Cem por cento dos afogamentos são em locais não  adequados para banho. A grande maioria nem balneável é, onde a FEPAM condena para consumo e para tomar banho. Então, as pessoas acabam ali no desespero para afastar o calor vão entrando em áreas que não conhecem muito bem ou quando conhecem acabam não tomando os cuidados necessários”, diz o major.

Além de orientações como evitar o consumo excessivo de bebida alcoólica ao se banhar e cuidar das crianças, o Corpo de Bombeiros vem realizando uma série de ações de conscientização. Conforme o Moreno,, tudo isso para que a população possa aproveitar com segurança.

“É a nossa maior Operação Verão da história. Nunca houve tanto guarda-vidas, nunca o estado pode conseguir tantas motos aquáticas, o popular jetski, além de quadriciclos e um grande efetivo. Só que onde nós não podemos ver, não podemos proteger. Então, nós insistimos para que os veranistas venham para a frente das guaritas”, completa Daniel.

Neste ano, a Operação Verão conta com 1.032 guarda-vidas. A Operação iniciou no dia 16 de dezembro de 2023 e vai até o dia 10 de março. Até o momento já foram realizados mais de 700 salvamentos pelos Guarda-Vidas.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile