Com prejuízo estimado em R$ 235 milhões, Eldorado do Sul recebe visita do ministro Pimenta

De acordo com a Defesa Civil, o prejuízo estimado em função da enchente no município é de R$ 235 milhões, com perdas no comércio e na estrutura da prefeitura

Foto: Mauro Schaefer/Correio do Povo

Em meio a um cenário de retomada, com máquinas e caminhões recolhendo incontáveis pilhas de entulhos, móveis e mais pertences estragados de moradores do bairro Cidade Verde, o ministro Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, visitou de forma breve para conferir as consequências da enchente em Eldorado do Sul, na tarde desta quarta-feira. Em sua passagem por uma das cidades mais atingidas pelo evento climático deste mês, Pimenta recebeu da comunidade as principais demandas das famílias e anunciou a intenção de liberar recursos para ajudar na reconstrução do município.

Acompanhado de autoridades de Eldorado do Sul, Pimenta destacou que o Governo Federal sempre esteve presente e mobilizado para ajudar as cidades atingidas. “Nós não temos hoje nenhum pleito que tenha sido encaminhado ao governo federal e que ainda não tenha sido atendido. E na medida que os planos de trabalho forem sendo apresentados, a orientação do presidente Lula é que eles sejam aprovados o mais rápido possível para, garantir que o recurso possa chegar até as cidades. Terça nós liberamos um recurso importante para São Sebastião do Cai. E queremos até amanhã liberar um recurso substancial para Eldorado do Sul”, citou.

O ministro falou também falou da necessidade de investir em estruturas que auxiliem na contenção de enchentes na região. “Em 2014, foram contratados dois estudos para a Região Metropolitana. Um estudo da bacia do rio Caí e outro que envolve o Jacuí e o arroio Feijó, em Alvorada. Eram estudos para encontrar soluções definitivas de prevenção de enchente, proteção de encostas, construção de diques. Nos últimos anos, estes estudos foram paralisados. Agora com o PAC, já temos os recursos para retomar estes dois estudos”, destacou.

Questionado se Lula virá ao RS conferir a situação após duas enchentes históricas, Pimenta afirmou a intenção do presidente em visitar as cidades para “trazer solidariedade” às famílias atingidas e citou investimentos em infraestrutura. “Nós vamos concluir a duplicação da BR 116 até Pelotas. Vamos retomar e fazer a duplicação da BR 290 até Pantano Grande. Vamos concluir as alças de acesso da Nova Ponte do Guaíba. Nós vamos concluir o projeto de expansão da BR 448 até Portão. Vamos liberar agora mais de 5 mil moradias do Minha Casa, Minha Vida para o nosso estado. O Lula vai vir aqui para dar apoio a quem mais precisa”, concluiu.

Eldorado do Sul tem prejuízo estimado em R$ 235 milhões

Para o coordenador da Defesa Civil de Eldorado do Sul, João Ferreira, a visita do ministro Pimenta facilita para sensibilizar o Governo Federal e agilizar a liberação de recursos. Recentemente, a prefeitura protocolou um pedido de ajuda humanitária, estimada em cerca de R$ 3 milhões. Entretanto, a necessidade é ainda maior. “Nós tivemos um prejuízo levantado de R$ 235 milhões, principalmente com o pessoal do comércio e a estrutura da prefeitura em si, como saúde, farmácia, pronto atendimento. Nosso comércio precisa se restabelecer. O Pimenta falou que vai buscar políticas para auxiliar os empreendedores. É uma comoção com o que aconteceu em Eldorado do Sul. O sofrimento é muito grande. Como município, estamos fazendo a nossa parte, mas não é o suficiente. Nós precisamos de ajuda dos governos Estadual e Federal”, ressaltou Ferreira.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile