Com investimento de R$ 185 milhões, nova Penitenciária de Charqueadas será inaugurada segunda-feira

Penitenciária Estadual de Charqueadas II ocupará área de 23.231,29 metros quadrados

Novo estabelecimento prisional possui 1.650 vagas | Foto: Jéssica Britto/ Ascom SSPS

A solenidade de inauguração da Penitenciária Estadual de Charqueadas II está marcada para segunda-feira, a partir das 14h. De acordo com o Executivo Estadual, a estrutura contou com investimentos de aproximadamente R$ 185 milhões, proveniente do programa Avançar. A cerimônia terá as presenças do governador Eduardo Leite e do secretário de Sistemas Penal e Socioeducativo, Luiz Henrique Viana, além do superintendente dos Serviços Penitenciários, Mateus Schwartz.

O novo estabelecimento prisional possui 1.650 vagas, sendo 16 destinadas às pessoas com deficiência.  A penitenciária também vai regularizar áreas adjacentes às unidades prisionais.

Cada uma das unidades conta com quatro espaços de vivência, onde serão realizadas  atividades do cotidiano dos apenados (atendimento jurídico, idas ao pátio, encontros com visitantes e participação em cursos educacionais e amplos espaços para oficinas de trabalho). Além disso, os estabelecimentos terão uma cozinha, uma lavanderia, um alojamento de serviços e módulos de inclusão e de assistência à saúde.

Nos setores intermediário e externo, os estabelecimentos compartilharão espaços para administração, recepção e revista, serviços e infraestrutura e espera de visitas. O empreendimento ocupará uma área de 23.231,29 metros quadrados.

Na semana passada, um termo para ajuste de medidas mitigatórias e compensatórias dos impactos pela construção da Penitenciária Estadual de Charqueadas II foi assinado, entre o governo do Estado e a prefeitura do município da região Carbonífera. Com as medidas, a prefeitura reconhece que a penitenciária está apta à obtenção do habite-se, se comprometendo a expedir a certidão em até cinco dias a contar da assinatura.

O prefeito de Charqueadas, Ricardo Machado Vargas, destacou a doação de terreno dentro da Colônia Penal Agrícola do Estado para o município. “Era uma demanda antiga. A área tem moradias e comércio e, por ser do Estado, a prefeitura não podia fazer investimentos”, disse. Vargas acrescentou que a economia municipal também é beneficiada pela existência do complexo prisional. “A presença de policiais reforça a segurança e traz renda para o município por morarem em Charqueadas.”

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile