Em conversa com Lula, brasileiro relata dificuldade de encontrar mantimentos em Gaza

Famílias reportaram falta de água, comida, energia, medicamentos e gás de cozinha

Foto: Reprodução/X/IFRC

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou nesta quinta-feira com uma família de brasileiros que está na Faixa de Gaza aguardando a abertura da fronteira com o Egito para ser repatriada. O palestino naturalizado brasileiro Hasan Rabee fazia parte do grupo que conversou com Lula.

“Ele afirmou que está fazendo o máximo possível para retirar os brasileiros da Faixa de Gaza. Ele disse também que vai retirar nossos familiares da faixa de Gaza, que não são brasileiros”, disse Hasan, que vive em São Paulo e viajou a Gaza com as duas filhas e a esposa para visitar a família, poucos dias antes do início do conflito.

Na conversa, os brasileiros relataram a Lula a escassez de água, energia, alimentos e medicamentos, além de bombardeios e mortes, e manifestaram desejo de serem repatriados assim que possível. Hasan agradeceu os recursos recebidos do governo para tentar comprar alimentos e água, mas, segundo ele, “infelizmente está muito difícil de achar”. Eles também contaram que seguem sem energia e gás de cozinha.

Por videoconferência, Lula disse que serão feitos todos os esforços possíveis para que os brasileiros voltem e permaneçam no Brasil em segurança. O presidente assegurou que vai manter o avião presidencial a postos no Cairo, para ser acionado assim que a fronteira for aberta.

As famílias brasileiras permanecem em casas alugadas pela representação do Brasil, na proximidade da fronteira com o Egito, recebendo assistência emergencial.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile