Fundopem aprova a liberação de R$ 133 milhões em investimentos no RS

No total são 13 empreendimentos de oito setores produtivos serão beneficiados

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

A reunião mensal do Grupo de Análise Técnica (Gate) do Governo do Estado confirmou a liberação de R$ 133,1 milhões aprovados para beneficiar 13 projetos via Fundo Operação Empresa do Estado do Rio Grande do Sul (Fundopem). Ao todo, o grupo de empresas contempladas vai gerar 169 empregos diretos, beneficiando oito áreas regionais e oito setores produtivos, envolvendo ampliação da unidade industrial, instalação de planta, aumento da capacidade produtiva e modernização da estrutura. De janeiro a abril de 2023, o Fundopem já forneceu R$ 1,3 bilhão em incentivos para 46 projetos e gerou 1302 empregos diretos.

Os 13 projetos (11 de porte médio, um de porte grande e um de porte pequeno) estão distribuídos em oito regiões – Vale do Taquari (4), Norte (1), Serra (3), Hortênsias (2), Vale do Rio Pardo (1), Sul (1) e Centro Sul (1). As empresas estão sediadas nos municípios de Encantado, Getúlio Vargas, Farroupilha, Nova Petrópolis, São Francisco de Paula, Caxias do Sul, Venâncio Aires, Doutor Ricardo, Pelotas, Roca Sales, Lajeado, Bento Gonçalves e Camaquã. As indústrias selecionadas são do segmento metalomecânico, têxtil, químico, eletroeletrônico, de alimentos, de madeira, de celulose e móveis, de vitinicultura e de leites e derivados.

A empresa Viviana Alimentos Ltda foi a que recebeu o maior valor, totalizando R$ 27,9 milhões. Localizada em Camaquã, no Centro Sul, a indústria implantará um novo diagrama de moagem para ampliar a capacidade produtiva em 150 toneladas por dia de farinhas, pré-misturas e massas. A STW Soluções em Automações Ltda, de Lajeado, no Vale do Taquari, foi contemplada com o menor valor do lote, com R$ 1,5 milhão. O recurso será convertido para potencializar a capacidade produtiva de máquinas e equipamentos robóticos.

O diretor do Sistema Estadual para Atração e Desenvolvimento de Atividades Produtivas (Seadap), Gustavo Rech, afirma que a procura das indústrias pelo incentivo do Fundopem continua em crescimento. “Os projetos aprovados nos primeiros quatro meses de 2023 já atingiram 44% da quantidade do ano anterior. Isso mostra que a desburocratização da legislação e a realização de cursos de capacitação sobre o incentivo estão gerando resultados positivos no fomento ao desenvolvimento econômico”, avalia.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile