Daniella Marques toma posse como nova presidente da Caixa

Economista assume o banco após Pedro Guimarães ter renunciado em razão de denúncias de assédio sexual e moral

Economista Daniella Marques faz parte da equipe do governo federal desde janeiro de 2019. Foto: MARCELLO CASAL JR / AGÊNCIA BRASIL

A economista Daniella Marques tomou posse, na tarde desta terça-feira, como nova presidente da Caixa. O evento ocorreu em meio às investigações de assédio sexual e moral no banco público. A cerimônia oficial, no prédio da instituição, em Brasília, ocorreu sem acesso à imprensa.

A nova presidente sucede Pedro Guimarães, que pediu demissão na última quarta-feira após denúncias de assédio sexual investigadas pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Além disso, o Tribunal de Contas da União (TCU) apura a conduta da empresa. Na carta de renúncia, Guimarães negou a veracidade das acusações.

Na primeira entrevista após ter sido indicada ao cargo, Daniella Marques afirmou à RecordTV ser inaceitável que haja violência contra a mulher, e prometeu que o banco vai ser a “mãe da causa das mulheres”.

Daniella se reuniu com o alto comando da Caixa no mesmo dia em que assinou o termo de posse, na última sexta-feira, e negociou para que as apurações sejam feitas com rigor e independência — além de, paralelamente, proteger a imagem da instituição centenária.

A nova presidente anunciou ainda que vai criar, nos próximos 30 dias, um canal de diálogo exclusivo para mulheres da empresa, com funcionamento 24 horas por dia, nos sete dias da semana. Segundo ela, o objetivo é fortalecer controles de assédio na Caixa e evitar que os casos se repitam.