Putin não vê problema em adesão de Finlândia e Suécia à Otan

Apesar da declaração, presidente da Rússia afirmou que vai responder à altura eventuais expansões estruturais da aliança militar

Foto: Twitter / Kremlin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, nesta quarta-feira, que o governo do país não vê “problemas” em uma eventual entrada de Finlândia e Suécia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

“Não temos problemas com Suécia e Finlândia como os que temos com a Ucrânia”, disse Putin durante coletiva de imprensa em Ashjabat, capital do Turcomenistão. “Se Suécia e Finlândia desejarem, podem aderir. É assunto deles. Podem aderir ao que quiserem”, declarou.

Semanas atrás, representantes do Kremlin disseram que a entrada dos dois países na Otan impunha risco de retaliações políticas e militares, sem estabelecer em qual nível.

Apesar da declaração amenizando a provável adesão de Finlândia e Suécia, Putin advertiu, também nesta quarta-feira, que a Rússia vai responder à altura se a Otan instalar infraestrutura no território dos dois possíveis novos membros da aliança militar.

O presidente afirmou, segundo agências de notícias russas, que não pode descartar que surgirão tensões nas relações de Moscou com Helsinque e Estocolmo em decorrência da adesão à Otan.

Os comentários de Putin foram feitos um dia depois que a Turquia, que integra a Otan, suspender o veto inicial às candidaturas da Finlândia e da Suécia para se juntarem à aliança, depois que as três nações concordaram em proteger a segurança uma da outra.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile