Aneel abre consulta pública para reajustar bandeiras tarifárias

Foto: Beto Rodrigues/CEEE

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira,12, abrir uma consulta pública para atualizar as faixas de acionamento das bandeiras tarifárias para 2022, bem como os valores que adicionam à conta de luz. O resultado dessa consulta poderá significar aumentos de até 57% na taxa. A consulta pública fica aberta para contribuições entre 14 de abril e 4 de maio.

A bandeira amarela passaria a ter um adicional de R$ 29,27 por megawatt-hora (MWh) — hoje são R$ 18,74 por MWh —, uma elevação de cerca de 5% da tarifa média residencial. Já a bandeira vermelha 1 aumentaria R$ 62,37 por MWh, contra os R$ 39,71 por MWh atuais—, representando uma elevação próxima a 10% da tarifa residencial.

A justificativa para os aumentos, conforme a agência, está na alta do custo dos combustíveis e pela correção monetária pelo IPCA, além da inclusão na série histórica dos dados do ano passado, quando o país enfrentou uma crise hídrica. A Aneel também estimou uma redução do adicional da bandeira vermelha 2, para R$ 93,3 por MWh (ante R$ 94,92 por MWh atuas).