test

Estudo revela abismo entre classes sociais do país

Foto: Cristine Rochol/PMPA

Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) revela o abismo entre as classes sociais do país. O levantamento mostra que 37,3% das famílias com renda mensal de até R$ 2,1 mil usam os recursos poupados para o pagamento de despesas correntes, enquanto 28,1% fazem a quitação de dívidas. Na faixa seguinte, entre os brasileiros com ganhos acima de R$ 2,1 mil e até R$ 4 mil, esses dois itens representam quase 40% do principal uso das reservas das famílias.

Quem pretende fazer reservas financeiras, conforme a pesquisa, chega a 25,9% das famílias com renda acima de R$ 9,6 mil destina à viagens de férias. E 22% utilizam os recursos poupados para com compras de bens duráveis, como eletrodomésticos e eletrônicos.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile