Ipea aponta inflação de 10,63% em 12 meses para os mais pobres

Maioria das negociações salariais no mês de abril não repôs a inflação, segundo a Fipe. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A inflação apresentou uma desaceleração em agosto para as famílias de renda mais baixa, mas os mais pobres ainda sentem o impacto dos preços. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que entre as famílias de renda considerada muito baixa, a variação nos preços passou de 1,12% para 0,91%.

Mesmo com a desaceleração a inflação acumulada em 12 meses até agosto, para esse grupo alcançou 10,63%. Esse resultado é o maior da pesquisa para famílias com renda domiciliar inferior a R$ 1.808,79 ao mês, conforme o Ipea.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile