Aeroporto Salgado Filho volta a registrar problemas operacionais em razão da neblina

Às 9h40, terminal registrava atrasos em 8 embarques e 12 desembarques

Equipamento antineblina está desativado em razão das obras de ampliação na pista. Foto: Alina Souza/Arquivo/CP

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, localizado na zona Norte de Porto Alegre, voltou a enfrentar problemas de visibilidade em razão da neblina, na manhã desta sexta-feira (27). Até as 9h40min, o painel do terminal administrado pela Fraport registrava atrasos em oito embarques e doze desembarques.

O primeiro voo afetado tinha como destino o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e deveria ter deixado a Capital gaúcha às 8h20min. As demais partidas que ainda não aconteceram envolviam aeronaves que partiriam rumo a cidades como Curitiba, no Paraná; Campinas, em São Paulo; São Borja, no interior gaúcho; e Rio de Janeiro.

Já entre os pousos, o primeiro atraso é de um voo que partiu do Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, por volta das 7h35min. Ele deveria chegar a Porto Alegre às 10h. Também há problemas para os passageiros que viriam ao Rio Grande do Sul a partir de São Paulo (em seis aeronaves diferentes) e Rio de Janeiro.

Ainda conforme a Fraport, a solução do problema depende da evolução nas condições meteorológicas. Por isso, não há qualquer previsão de normalização para os serviços no Salgado Filho. A orientação é de que os usuários afetados pela interrupção no embarque e desembarque entrem em contato com as companhias aéreas.

Equipamento antineblina segue desligado

O terminal internacional de Porto Alegre estava equipado com um sistema de pouso por instrumento de categoria 2, até 2019. O equipamento, que auxilia o trabalho dos pilotos em meio à condições adversas de visibilidade, foi desativado em razão das obras de ampliação da pista – que seguem em andamento.

A modernização do aeroporto já devia ter sido concluída. Entretanto, sofreu com atrasos decorrentes da demora na remoção das famílias que viviam na Vila Nazaré. O processo foi concluído há algumas semanas, viabilizando a retomada dos trabalhos. Ainda não foi divulgada uma nova previsão de conclusão do projeto.