Ministério revela que caso importado de variante Delta no RS envolve paciente de Nova Bassano

Morador apresentou sintomas em viagem ao Rio de Janeiro

Foto: Portal Correio / R7

O Ministério da Saúde confirmou detalhes sobre o terceiro caso confirmado da variante Delta do coronavírus no Rio Grande do Sul. Trata-se de um homem, morador de Nova Bassano, na região de Caxias do Sul, que começou a apresentar sintomas em viagem ao Rio de Janeiro, em 24 de junho. Ele realizou o exame de RT-PCR de biologia molecular para diagnóstico da doença em 29 de junho e retornou ao RS no mesmo dia.

O paciente e os familiares permaneceram em isolamento domiciliar e nenhum dos contactantes apresentou sintomas nesse intervalo. O sequenciamento genético completo que comprovou se tratar da variante Delta ocorreu no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Rio de Janeiro.

Os dois primeiros casos confirmados de Delta no Rio Grande do Sul foram de moradores de Gramado que possuem vínculo. Nenhum dos dois teve histórico de viagem para fora do estado ou do país.

Número de casos suspeitos aguardando confirmação sobe para 9

Além dos cinco casos suspeitos da variante Delta, já aguardando confirmação pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, – outro de Gramado, também contactante do primeiro caso confirmado, dois de Sapucaia do Sul, um de Esteio e um de Canoas -, o Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) deve enviar, na segunda-feira, mais quatro amostras para análise – de moradores de Alvorada, Passo Fundo, Esteio e São José dos Ausentes.