Secretária da Educação relata cena de terror em creche de SC

Três crianças, uma professora e uma funcionárias morreram após ataque cometido por um jovem de 18 anos

Foto: R7/TV Record

A secretária de Educação de Saudades (SC), Gisela Hermann, disse que havia 30 pessoas na creche Pró-Infância Aquarela, na manhã desta terça-feira, quando um jovem chegou ao local e desferiu golpes de facão. Um professora, uma funcionária e três crianças não resistiram aos ferimentos e morreram.

Gisela relata que, assim que soube da notícia, seguiu para o local. “É uma cena de terror, de horror… fiquei muito abalada”, afirmou a secretária à reportagem do R7.

As crianças, duas meninas e um menino, tinham menos de dois anos de idade, informou a secretária de educação da cidade. Elas foram identificadas como Ana Bela, Sara Luisa e Murilo.

Segundo os bombeiros, uma professora morreu no local e outra chegou a ser levada ao Hospital Regional do Oeste, de Chapecó, em estado grave, mas não resistiu. O autor do ataque tentou suicídio, ficou gravemente ferido, sendo conduzido ao município de Pinhalzinho, a 11 km do município de Saudades, que contabiliza 9,8 mil habitantes. Ele recebe atendimento sob escolta policial.

De acordo com a administração municipal, um espaço está sendo montado para oferecer atendimento psicológico aos pais e familiares das vítimas. No primeiro momento, o atendimento deve ser oferecido por 24 horas.