Empresas indicam aumento de 14% e tarifa de ônibus em Porto Alegre pode chegar a R$ 5,20

Proposta ainda depende do aval do prefeito Sebastião Melo e do Comtu

Reajuste anual da tarifa de ônibus em Porto Alegre - que precisa acontecer até fevereiro - foi adiado. Foto: Giulian Serafim/PMPA

As empresas responsáveis pela operação das linhas de ônibus em Porto Alegre projetam um aumento de 14% na tarifa técnica a partir do mês de maio. Com isso, o embarque de cada passageiro passaria a custar R$ 5,20 – valor definido após uma série de reuniões de técnicos da prefeitura e representantes das companhias.

Segundo a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), a tarifa técnica não representa, necessariamente, o valor que será cobrado da população. A definição do custo repassado aos usuários vai partir do Executivo. Após o aval do prefeito Sebastião Melo (MDB), a proposta será analisada pelo Conselho Municipal de Transporte Urbano (Comtu).

Além da inflação dos custos do sistema, atribuída ao preço do combustível, pesa no aumento a redução da demanda em parte das linhas de ônibus da cidade. O número anual de passageiros, que está em queda acelerada desde a popularização dos aplicativos de transporte individual, sofreu uma redução ainda maior em razão da pandemia.

Histórico

O reajuste anual da tarifa de ônibus em Porto Alegre – que, legalmente, precisa acontecer até o mês de fevereiro – foi adiado. As empresas e o Poder Público firmaram um acordo, mantendo a passagem em R$ 4,55, até que fosse definida uma alternativa que reduzisse a taxa de reajuste.

A prefeitura repassou R$ 16 milhões às concessionárias – valor que cobre, em partes, o déficit causado pelo atraso dos cálculos. O contrato da administração com as companhias também passa por revisão. O grupo debate, como alternativa ao aumento da tarifa, a possibilidade de aumento das receitas e a privatização da Carris.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile