Quarta fase da Operação Avocat da Polícia Civil cumpre ordens judiciais em Campo Bom e São Leopoldo

Os alvos são um homem que estava em prisão domiciliar mediante a atestado médico falsificado e o seu advogado

Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira em Campo Bom e São Leopoldo a quarta fase Operação Avocat, que visa apurar a prática de crimes contra a fé pública e de associação criminosa. Durante a operação foram cumpridas duas ordens judiciais nos municípios.

Os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão contra um homem ligado ao tráfico de drogas, que teve concessão de prisão domiciliar. Segundo a polícia, ele ganhou a permissão de ficar em casa, mediante apresentação de atestado médico falsificado, devido à pandemia do coronavírus. O outro mandado judicial foi cumprido contra o advogado que ajuizou pedido de liberdade provisória do preso, com fundamento em documento falso.

A quarta fase da Operação Avocat apreendeu documentos, celulares e um notebook. Os materiais e objetos aprendidos vão reforçar os elementos já existentes no inquérito policial que já investiga os crimes. Participaram da operação 15 policiais civis distribuídos em seis viaturas.