Inter melhora aproveitamento com Abel Braga e sustenta sonho do título no Brasileirão

Desempenho do Colorado com o técnico campeão do mundo em nove jogos foi de 62,9% contra 60% de Coudet em 20 partidas

Em nove jogos, Abel tem aproveitamento de 62,9% contra 60% de Eduardo Coudet. Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

A amostragem ainda é pequena, mas os números mostram que o Inter, no momento, tem um aproveitamento melhor com Abel Braga do que com seu antecessor, Eduardo Coudet, no Campeonato Brasileiro. O bom rendimento, além de devolver aos colorados o direito de sonhar com o título nacional, apimenta o debate sobre a dança dos técnicos nos últimos meses.

Após o 1 a 0 sobre o Goiás, domingo, o Inter de Abel chegou a nove partidas, com cinco vitórias e dois empates, somando um aproveitamento de 62,9%. Com Coudet, o Inter chegou a liderar por várias rodadas, inclusive terminando à frente no primeiro turno (depois o São Paulo recuperou os jogos atrasados e foi o campeão simbólico do turno), e fechou as primeiras 20 rodadas da competição com um rendimento de 60%.

Foram dez vitórias, seis empates e quatro derrotas sob o comando do atual técnico do Celta de Vigo. Desde que chegou ao Beira-Rio, em novembro, Abel correu contra o tempo para adaptar o time às suas ideias. O começo foi difícil, com uma série de tropeços e eliminações nas copas.

Depois, o time encaixou e o rendimento saltou, culminando com as recentes cinco vitórias em sequência. Com Abel, o Inter é mais forte defensivamente. Parece um time mais seguro, e os números até mostram isso, mas com uma margem mínima na média de gols sofrido por partida: 0,9 contra 0,88.

A mudança principal no setor foi a consolidação de Rodrigo Moledo, que foi reserva durante a maior parte da passagem de Eduardo Coudet. Com o argentino, por outro lado, o time buscava mais o ataque. Quase sempre com centroavantes, pressionava a saída de bola dos adversários e, estando mais próximo da meta, marcava mais gols.

Com Abel, a média é de 1,33 por jogo, contra 1,55 da fase anterior. O Inter ainda disputará nove partidas até o final do Brasileirão, das quais cinco serão no Beira-Rio. Além disso, tem jogos que são duelos diretos pelas primeiras posições, contra São Paulo (31ª rodada), Grêmio (32ª rodada) e Flamengo (37ª rodada).

Os colorados enfrentam o Fortaleza no Beira-Rio neste domingo, quando deverão contar com a volta de Edenilson, que cumpriu suspensão na rodada passada. Por outro lado, Thiago Galhardo teve lesão muscular na panturrilha esquerda confirmada e está fora dos próximos jogos. Ele será reavaliado semanalmente pelo departamento médico.