Com Abel de “home office”, Inter enfrenta o Fluminense

Auxiliares Leomir e Osmar Loss comandarão o time, mas em contato com o técnico, que contraiu Covid-19

Inter enfrenta o Fluminense neste domingo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Abel Braga não estará à beira do campo neste domingo, quando o Inter enfrentar o Fluminense no Beira-Rio. Também não irá ao vestiário, não fará a preleção e, desde a sexta-feira, não comanda os trabalhos no CT Parque Gigante. O técnico colorado, que assumiu há pouco mais de uma semana, foi diagnosticado com Covid-19, não apresenta sintomas, segundo o clube, mas já está afastado de suas atividades. Os auxiliares Leomir e Osmar Loss comandarão o time neste e nos próximos jogos, incluindo o primeiro contra o Boca Juniors, quarta.

Apesar de não participar presencialmente dos trabalhos, Abel segue no comando do time, que será formado pelas suas convicções. Para isso, Leomir estará em contato permanente com o técnico, que fará uma espécie de “home office”, até mesmo durante a partida. Ou seja, a escalação e o esquema utilizados sairão da cabeça de Abel.

Embora a escalação não tenha sido divulgada, é provável que o Inter não tenha todos os titulares. Após a queda na Copa do Brasil, o técnico afirmou que a sua ideia era escalar “dois, três ou quatro” titulares, preservando a base da equipe para enfrentar o Boca. Porém, não está descartada a utilização de todos os titulares, já que o Inter segue perto da liderança do Brasileirão e pode até voltar ao primeiro lugar.

A queda da Copa do Brasil, inclusive, serve como motivação para o time, segundo Edenilson. “Ficamos tristes, porque queríamos chegar outra vez à final. Mas temos outros dois campeonatos pela frente. O futebol te dá isso, a chance de dar a volta por cima dois ou três dias depois. Vamos em busca da recuperação agora”, disse.

A equipe terá alguns reforços. Nonato e Patrick estão recuperados da Covid-19 – o segundo pode ser poupado. Maurício, jogador que conta com a confiança de Abel, também deve começar, assim como Yuri Alberto. Rodrigo Moledo está em fase final de recuperação de lesão e pode estar em campo para retomar ritmo.

Do outro lado, o velho conhecido Odair Hellmann lidera o Flu na construção de uma campanha razoável. Apesar de ter sofrido derrotas nas duas últimas rodadas, o Tricolor está na oitava posição, com apenas quatro menos a menos que o Inter.