Porto Alegre: decreto libera aulas presenciais em mais três níveis a partir de segunda-feira

Texto também autoriza que familiares sentem agrupados em cultos, missas e similares

Foto: Sinepe RS / Divulgação / CP

Em um decreto publicado nesta sexta-feira, a Prefeitura de Porto Alegre libera as aulas presenciais em mais três níveis de ensino, somando 82,5 mil estudantes das redes pública e privada da cidade, a partir de segunda-feira. A retomada ocorre conforme o calendário divulgado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed). O decreto também permite que familiares sentem agrupados em missas, cultos e similares.

Na segunda-feira, podem retornar as turmas de ensino fundamental 1, especial e educação de jovens e adultos (essa última, do ensino municipal). No dia 3 de novembro, podem voltar as turmas de ensino fundamental 2, especial, primeiro e segundo anos do ensino médio e atividades de contraturno.

Permanecem suspensas as aulas do ensino superior, em estabelecimentos públicos e privados, e de ensino em geral, como cursos de idiomas, esportes, artes, culinária e similares.

Foram sete meses sem aulas devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. As instituições devem seguir os protocolos de combate e prevenção à Covid-19.

O retorno das aulas e atividades nas escolas vem sendo realizado gradativamente. Na educação infantil, a alimentação e atividades de apoio já haviam sido retomadas em 28 de setembro. No dia 5 de outubro, voltaram a educação infantil, o 3º ano do ensino médio, a educação profissional e a educação de jovens e adultos (outras redes). Na sequência do cronograma, no dia 13 de outubro, recomeçaram a alimentação para todas as outras escolas e as atividades de apoio dos ensinos fundamental, médio e especial.