Morre cartunista argentino Quino, criador da Mafalda

Joaquín Salvador Lavado faleceu aos 88 anos em Mendoza

O cartunista Quino ao lado de sua personagem mais famosa, Mafalda Europa Press via Getty Images

O cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, conhecido como “Quino” e criador da Mafalda, faleceu nesta quarta-feira (30) aos 88 anos, informou seu editor, Daniel Divinsky, em sua conta do Twitter.

“Quino morreu. Todas as pessoas boas do país e do mundo ficarão de luto por ele”, escreveu Divinsky, diretor das Ediciones de la Flor. Ele teve um AVC na semana passada.

Mafalda foi criada em 1962. Com uma personalidade marcante, a menina de seis anos era contestadora e claramente progressista. Com humor e sarcasmo fino, a personagem ganhou o mundo como “menina-filósofa”.

Em 1965, Mafalda começou a ser publicada no jornal argentino El Mundo, um dos principais da época. A garotinha de cabelos negros andava sempre acompanhada de um grupo de amigos, alguns baseados em personagens da vida real do cartunista Quino.

Embora as tirinhas tenham sido interrompidas em 1973, Mafalda permaneceu viva através de republicações em revistas e jornais, além de sites da internet. Sempre atual, a crítica presente em Mafalda também inspira os recentes movimentos feministas.

Diversos cartunistas como Laerte e Latuff se manifestaram em homenagem à Quino e Mafalda nas redes sociais.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile